O uso da conciliação para resolver pequenas causas está ganhando cada vez mais espaço no Brasil. A rapidez, a economia e a eficácia que esse método consensual apresenta são atrativos para pessoas físicas e jurídicas, que buscam solucionar de maneira pacífica as pendências.

O caso de um servidor de Maceió mostra como a resolução de conflitos é prática e atende de maneira justa as duas partes envolvidas na ação. Ele possuía parcelas atrasadas e estava interessado em fazer um acordo.

Em contato com a empresa, foi orientado a utilizar a plataforma da Vamos Conciliar para solucionar o problema. Para ajudá-lo, ele buscou o auxílio do sindicato de sua categoria, recepcionado pela advogada do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado de Alagoas, Thaís Queiroz. O caso foi cadastrado na plataforma.

Na sequência, a empresa fez uma proposta que ficou viável para os dois lados e, por intermédio do conciliador da Vamos Conciliar, o acordo foi realizado.

"Os métodos consensuais são ótimas ferramentas para solucionar questões mais simples, pois proporciona agilidade", elogia Thaís.

O que poderia ser uma dor de cabeça para o morador virou uma solução rápida e realizada no conforto de casa pela internet. Ele acionou a Câmara de Conciliação e Mediação On-Line Vamos Conciliar e, em um mês, conseguiu um acordo com a Geap – Autogestão em Saúde.

"Realmente, foi o melhor caminho, pois estava tentando um acordo há cinco meses e em 30 dias tudo foi resolvido de forma on-line", comemora o beneficiário.

Para o conciliador que atuou no caso, Pedro Samairone, conduzir uma conciliação on-line é um privilégio.

"Poder conciliar me dá a sensação de dever cumprido. Desempenho meu papel de profissional e de ser humano quando auxilio as partes a se comunicarem, asseguro que ambos sejam ouvidos e tenham seus pontos de vista esclarecidos. Dessa forma, colaboro para obtenção de um acordo, satisfazendo interesses mútuos", conclui.

___________

Camara Brasileira de Resolucao de Conflitos