A Defensoria Pública de São Paulo entrou com representação para que o apresentador Carlos Roberto Massa, o Ratinho, responda a processo administrativo por declarações sobre homossexuais publicadas na última semana em seu Instagram. O apresentador gravou um vídeo criticando a quantidade de personagens gays em novelas da TV Globo. "A Globo colocou 'viado' até em filme de cangaceiro, gente. Naquele tempo não tinha 'viado', não. Você acha que tinha 'viado' naquele tempo? É muito 'viado'!"

De acordo com a Defensoria, o apresentador proferiu "ofensas homofóbicas" e pede que ele seja multado por discriminação. "(Ratinho) utiliza por diversas vezes o termo 'viado' em sentido pejorativo, com o intuito de, propositadamente, reforçar a ideia negativa e discriminatória do termo. Além disso, Carlos Roberto Massa ressalta no vídeo que, para ele, seria um grande problema uma emissora de televisão exibir personagens homossexuais em sua programação", lê-se no posicionamento do órgão.

A multa seria fundamentada pela lei estadual 10.948/01, que prevê punições administrativas para pessoas físicas e jurídicas em atos de preconceito por orientação sexual.

Conscientização

Nos comentários da publicação, internautas pediram respeito aos homossexuais e defenderam o processo de conscientização nas novelas. Outros entenderam o vídeo como uma brincadeira.

Diante da repercussão, Ratinho gravou um novo vídeo em que afirma que tudo não passou de brincadeira e que não quis ofender gays. “Quero mandar um abraço e dizer que eu respeito todo mundo."