A amiga Josely Cândido questiona:

"Como arranjar tempo para implementar marketing dentro da minha rotina que não tenho tempo pra fazer nada?".

Josely, obrigado pela pergunta. Esse realmente é um dos grandes vilões do século: o tempo, ou a falta dele. Mas isso não quer dizer que você não consiga se organizar da maneira correta para implementar, de pouquinho em pouquinho, suas ações evolutivas de marketing.

Veja que minha rotina é super corrida também: comando uma empresa, dou consultoria para dezenas de escritórios simultaneamente, escrevo livros e artigos, faço reuniões prospectivas, dou aulas e palestras no Brasil todo, sou membro de comissões da OAB, coordeno projetos terceirizados, apresento o programa de entrevistas Conversa Legal e ainda tenho o prazer de responder dúvidas de marketing jurídico aqui no Migalhas, toda sexta-feira. E como eu consigo fazer tudo isso? A resposta é simples: com organização. Essa é a chave da questão. Minha agenda (física mesmo, aquelas com capinha e tudo) não sai do meu lado. Levo ela para mais lugares que levo minha esposa. Mas é nela que me organizo e é nela que protejo um grande bem, o meu tempo. Segundas e sextas, só consultorias em minha sede e virtuais, terças só consultorias externas, quartas e quintas só para reuniões prospectivas, palestras apenas nos períodos noturnos e assim por diante. Obviamente você tem que otimizar da melhor maneira possível, mas tenho certeza que sua rotina consegue ser racionalizada para que sobrem algumas horas para pensar e implementar (novamente: de pouco em pouco) ações pontuais.

Que tal começar tirando 2 horas de sua semana (não estou pedindo nem de seu dia) para simplesmente colocar no papel os itens que você acha interessante implementar no seu marketing? "Preciso ter um site", "mapear contatos conhecidos para networking", "escrever um artigo" podem ser exemplos do que você poderia escrever.

Depois disso, na próxima semana (isso tem que ser uma rotina constante), pegue um dos itens escritos e destrinche-o, com o passo a passo. Por exemplo: "Preciso ter um site" ficaria:

  • Semana 1 Projeto Site – procurar agências ou frelancers que possam criar.
  • Semana 2 Projeto Site – Entrar em contato e pedir cotação para 4 deles.
  • Semana 3 Projeto Site – escolher fornecedor final.
  • Semana 4 Projeto Site – Olhar referências no mercado e rascunhar texto que vai no site.....

E por aí vai. Isso significa que você está evoluindo, dentro de suas possibilidades de tempo (2 horas por semana), em uma ação que é importante para sua carreira. Isso se chama organização.

O que não pode é usar a desculpa do "não tenho tempo" para não evoluir. Como já dizia o provérbio chinês "onde existe vontade, existe um caminho".

E por falar em chinês, e fazendo gancho com sua pergunta, quero comentar um ponto interessante. Uma das coisas que as pessoas mais usam como desculpa é a frase que coloquei acima: "não tenho tempo". Porém, em tempos de loucura gerada pelo coronavírus, você reparou que todos acharam tempo para fazer ações relacionadas com a epidemia? Se realmente eu não tinha tempo para fazer nada extra na minha rotina, como arranjei tempo para distribuir informações por e-mail e WhatsApp? Como arranjei tempo para me instruir sobre o que é o vírus? Como arranjei tempo para ir na farmácia comprar gel, máscara, luvas e o aparato "fim dos tempos" completo? Como arranjei tempo para assistir vídeos falando sobre a evolução da doença? Como arranjei tempo para fazer essas e outras dezenas de ações que todo mundo está fazendo nesse exato momento? Eu te explico a razão: porque agora isso virou PRIORIDADE na sua vida. E é isso que é a diferença entre quem quer implementar realmente as ações de evolução. Se isso é uma prioridade na sua vida (e não apenas uma noção de "quando der eu faço"), você vai achar tempo para implementar, tenha certeza.

Espero ter ajudado.

Confira toda sexta-feira a coluna "Marketing Jurídico" e envie suas dúvidas sobre marketing jurídico, gestão de escritórios, cotidiano dos advogados empreendedores ou dúvidas gerais sobre o dia a dia jurídico por e-mail (com o título Coluna Marketing Jurídico) que terei um grande prazer em ajudar.

Bom crescimento!

outras edições
Alexandre Motta

Alexandre Motta, é consultor e sócio diretor do Grupo Inrise. Com formação e pós-graduação em marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), atuou durante cinco anos em escritório jurídico como responsável pela área de desenvolvimento de negócios e comunicação com clientes. É palestrante oficializado pela OAB (tendo recebido inclusive a Medalha do Mérito Jurídico), escreve artigos de relevância para o mercado atual e é autor dos livros "Marketing Jurídico – Os Dois Lados da Moeda" e "O Guia Definitivo do Marketing Jurídico". Apresenta também o programa de entrevistas Conversa Legal, focado na interatividade dos profissionais do setor jurídico. Desde 2002 mantém, através de sua consultoria, uma clientela de inúmeros escritórios jurídicos sob sua responsabilidade de atuação e crescimento em marketing ético.

-