A autora Claudia Rosane Roesler, em seu livro "Theodor Viehweg e a Ciência do Direito" (Arraes Editores – 2ª edição – 206p.), aborda o pensamento do jurista alemão Theodor Viehweg e expõe a ideia da Ciência Jurídica como um sistema aberto.

Theodor Viehweg faleceu em 1988, onze anos após a publicação brasileira de seu único livro, Tópica e Jurisprudência. Viehweg consegue fugir das armadilhas colocadas pelo moderno conceito de ciência, buscando uma saída para as exigências de fechamento do sistema,ao mesmo tempo aberto.

"O livro recebe agora sua segunda edição. De sua concepção inicial, como tese de doutoramento, até a presente forma, mais de uma década se passou. Nesse período, debati, refleti e tive a oportunidade de ouvir múltiplos interlocutores, de diferentes perfis, sobre o seu significado e sua eventual relevância. Nesse percurso, alguns fatores me fizeram pensar que uma reedição poderia ser justificada. Theodor Viehweg, embora um autor amplamente conhecido, ainda o é mais pela sua tese central de que a Jurisprudência é Tópica, do que por outras de suas ideias, a meu ver tão ou mais relevantes. Por fim, contribuiu para a decisão de reeditar o livro, a percepção de que os debates em torno da teoria da argumentação no Brasil giram quase que exclusivamente em torno de versões mais racionalistas e menos retóricas. Se isso não é, em si, um mal ou um bem, talvez seja pelo menos prudente manter sob nossos olhos uma versão mais cética e utilizá-la como ponto de contraste." A autora

Sobre o autor :

Claudia Rosane Roesler, é professora da faculdade de Direito da universidade de Brasília. Doutora em Direito pela Faculdade de Direito de São Paulo - USP. Pós-doutora em Direito pela Universidade de Alicante, Espanha.

__________

Ganhador :

  • Juliano Simione Oliveira, de Joinville/SC.

Arraes Editores

__________

__________

Adquira um exemplar :

__________

-