Nos dias 9 e 10/4, a AASP foi sede do 4º Congresso Brasileiro de Direito Comercial. O evento contou com a presença de mais de 70 palestrantes, cerca de 30 painéis e participantes de diversas regiões do País. Foram dois dias de intensos debates sobre os temas mais relevantes do Direito Comercial.

Na quinta-feira pela manhã, compuseram a mesa de abertura do 4º Congresso o presidente da AASP, Sérgio Rosenthal; o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, desembargador José Renato Nalini; o relator adjunto do Projeto de Código Comercial, deputado Laércio Oliveira; o presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo, José Horário Halfeld Rezende Ribeiro; o professor Fábio Ulhoa Coelho, organizador do evento; o representante da OAB-SP, Rodrigo Rocha Monteiro de Castro; o professor Márcio Guimarães, que representou os painelistas do Congresso; e o diretor do Grupo Saraiva, Henrique Hildebrand Garcia, representando os patrocinadores do evento.

Ao manifestar-se, o presidente da AASP deu as boas-vindas aos presentes e falou da satisfação da Associação em receber, pelo quarto ano consecutivo, o Congresso Brasileiro de Direito Comercial. "Esta é uma parceria que tem sido extremamente bem-sucedida entre a AASP e os organizadores do Congresso, do qual participam os mais renomados especialistas em Direito Comercial do nosso País, além de um público extremamente interessado e qualificado".

Segundo Sérgio Rosenthal, a iniciativa também se destaca pela organização e pela qualidade dos temas que são tratados. "Durante dois dias serão debatidos aqui grandes temas e questões que traçarão as diretrizes para que nós advogados, entidades de advogados e integrantes do Poder Judiciário possamos perseguir algumas metas de modo a tornar as coisas mais simples, mais fáceis e úteis para a nossa sociedade".

No último dia do evento, o professor Fábio Ulhoa Coelho avaliou os resultados do Congresso. "O 4º Congresso Brasileiro de Direito Comercial, que aconteceu com o apoio decisivo da Associação dos Advogados de São Paulo, atingiu plenamente seus objetivos. Tivemos dois dias de debates intensos sobre os temas mais relevantes do Direito Comercial contemporâneo e esses trabalhos foram concluídos com uma palestra magistral do ministro Luís Roberto Barroso, que falou sobre o sentido e alcance da livre iniciativa no direito constitucional brasileiro, que é um tema fundamental para a nossa disciplina. O Direito Comercial saiu fortalecido e enriquecido com todos esses debates".

Outro tema que mereceu ampla discussão e uma sessão magna no 4º Congresso Brasileiro de Direito Comercial foi o debate sobre a criação de varas empresariais no Poder Judiciário brasileiro. "Chegamos a um consenso em torno da importância e da necessidade da existência de varas especializadas em Direito Comercial no âmbito do primeiro grau de jurisdição e agora essa deliberação deverá se tornar uma bandeira dos comercialistas brasileiros", afirmou o professor Fábio Ulhoa Coelho.

_______________

-