O ministro Roberto Barroso, do STF, é o novo relator do processo da AP 470 e todas as execuções penais a ela relacionadas. A redistribuição foi determinada pelo vice-presidente do tribunal, ministro Ricardo Lewandowski, após o presidente JB deixar o caso nesta terça-feira, 17.

JB informou que tomou a decisão de se afastar da relatoria porque os advogados dos condenados passaram a "atuar politicamente" e "até mesmo partindo para insultos pessoais".

Entrevista

Em junho de 2013, pouco antes de assumir cadeira no STF, o ministro Barroso concedeu entrevista exclusiva a Migalhas sobre a famigerada AP 470.

leia mais

-