O advogado Benedito Barbosa, do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos, foi detido por policiais militares durante uma reintegração de posse na capital paulista. Um vídeo na internet mostra o causídico imobilizado por PMs que o arrastam na rua.

A OAB/SP repudiou o ato e afirmou que irá apurar se houve abuso e quebra de prerrogativa. O presidente da seccional, Marcos da Costa, determinou a abertura de procedimento junto à Comissão de Direitos e Prerrogativas da Ordem.

"Mesmo tendo se identificado, o advogado foi vítima de uso de força desnecessária, quando apenas tentava contato com as famílias que se encontravam no interior do imóvel, numa clara violação das suas prerrogativas, que existem para amparar os direitos dos cidadãos."

O MDA - Movimento de Defesa da Advocacia também condenou os atos de violência. Em nota, a entidade diz esperar das autoridades competentes a "rápida apuração da eventual prática de ilícitos penais, civis e administrativos cometidos por parte dos representantes do Estado".

-