Faleceu na madrugada deste sábado, 6, aos 99 anos, o advogado e desembargador aposentado Fernando Euler Bueno (OAB/SP 2.951).

Formado em Direito pelas Arcadas (Turma de 1937), ingressou na magistratura pelo Quinto Constitucional em 1956 e foi desembargador do TJ/SP e do TRE/SP. Quando se aposentou, em 1979, voltou a advogar nas áreas civil e processual.

No fim do ano passado, ao comemorar o septuagésimo aniversário da AASP - Associação dos Advogados de São Paulo, entidade da qual era sócio-fundador, Euler Bueno foi ovacionado pelos colegas e afirmou, orgulhoso, que não poderia imaginar ainda estar representando a classe depois de 70 anos de quando tudo começou.

Dr. Euler Bueno (último à direita) durante a comemoração dos 70 anos da AASP.

O estimado causídico deixa esposa, filhos, netos e bisnetos.

Dedicatória

Confira texto da dedicatória, escrita de próprio punho, com que ofereceu à Isabella, representante da 5ª geração da família a estudar nas Arcadas, quando, em 21 de julho último, a obra de Vincenzo Moreno, Il Galateo degli Avvocati que Fernando Luis Cardoso Bueno traduziria como A Ética dos Advogados, a qual mantinha em sua biblioteca pessoal.

Provavelmente foi o último ato explícito de vontade, como advogado que ainda era, representando toda a classe, como disse na AASP com muito orgulho, na qualidade de seu sócio fundador mais antigo vivo, norteando os rumos da carreira da bisneta e futura colega, para a ética e a dignidade.

"Do coração desejo-lhe brilhante exercício profissional inspirado nos exemplos dos ancestrais. Com carinho do “vô”. Fernando Euler Bueno - São Paulo, 21 – 7 - 2014"