Na última sexta-feira, 27, o Conselho Pleno da OAB/PB realizou reunião na qual discutiu o aviltamento de honorários no Estado, a partir de denúncia de que um magistrado e um procurador do Trabalho foram até o hospital do reclamante para dizer-lhe que não pagasse os 20% que fora contratado com seu advogado e sim apenas 10%.

O causídico conseguiu um acordo de R$ 1,7 mi devido a um acidente no qual o empregado ficou paraplégico.

O presidente da seccional Odon Bezerra se comprometeu a levar o caso ao Conselho Federal da Ordem.

___________

Ordem dos Advogados dos Brasil Seccional Paraiba

leia mais