Inesperadamente, a advogada Beatriz Catta Pretta, responsável por nove acordos de delação premiada na Lava Jato, desligou-se das ações relacionadas à causa.

Na última segunda-feira, 20, a causídica apresentou à JF/PR petição informando seu desligamento da defesa do ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco.

Há informações de que a advogada pretende mudar de país, possivelmente para Miami.

Beatriz também foi responsável por representar o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, o lobista Julio Camargo e o executivo da Toyo Setal Augusto Mendonça Neto. Na última sexta-feira, 17, Julio Camargo oficializou como novo defensor o advogado Antônio Figueiredo Basto.

-