Analisando as relações que envolvem Direito e Medicina, a obra "A informação na relação médico-paciente" (Saraiva – 280p.), de Gilberto Bergstein, aborda a relação médico-paciente sob uma nova perspectiva : a informação como fator preponderante à autodeterminação do paciente.

A informação na relação médico-paciente analisa a relação médico-paciente sob uma nova perspectiva: a informação como fator preponderante à autodeterminação do paciente.

O dever de informar, delineado de forma tão importante (verdadeiro propulsor da liberdade do paciente em decisões que dizem respeito ao seu corpo, saúde e vida), não pode mais ser enfrentado como um elemento secundário, classificado no rol dos "deveres acessórios".

Em uma relação jurídica cada vez mais dinâmica e paradoxalmente complexa, a informação ganha contornos de obrigação principal, causa autônoma de responsabilização civil.

Sobre o autor :

Gilberto Bergstein é advogado, graduado pela USP, especialista em Responsabilidade Civil pela GVLaw e doutor em Direito Civil pela USP.

__________

Ganhadora :

Denise Pinink Silva, advogada em Indaiatuba/SP

__________

SARAIVA EDUCACAO LTDA