Durante a cerimônia de posse de Lula como ministro da Casa Civil, que ocorreu na manhã desta quinta-feira, 17, a presidente Dilma discursou e mandou um recado para o Judiciário brasileiro.

Confira:

“Sou uma pessoa otimista. Sou uma pessoa otimista sim. E acredito na Justiça do meu país. Sei que em qualquer situação muitos magistrados nossos, muitos ministros de Tribunais, muitos ministros de Cortes, corretos nas defesas de suas prerrogativas, das suas tarefas e, principalmente, da proteção dos nossos direitos. Os nossos magistrados e ministros julgam e continuarão julgando com serenidade e isenção, com base em provas efetivamente apresentadas conforme a lei. Para o bem do Brasil, todo esse barulho, que não é a voz rouca das ruas, mas é uma algaravia advinda da incitação de pré-julgamento, ela deve acabar, pelo bem do Brasil. Deve dar lugar a tranquilidade que conduz não só à paz social, mas também a vereditos qualificados e justos, e ao ambiente de preservação e fortalecimento das instituições democráticas, nas quais os princípios de direito e o respeito as liberdades individuais vão emergir vitoriosos desses tempos em que algumas vezes difíceis e insensatos.”

A presidente concluiu ainda:

"Há um Brasil que luta contra a corrupção e respeita os direitos individuais. Há um Brasil das instituições democráticas. Esse Brasil que luta contra a corrupção, respeita as instituições democráticas e os direitos individuais está comprometido com o crescimento e com a inclusão de todos os cidadãos. E esse Brasil conta com o meu trabalho, a minha determinação. Em nome de vocês ministros e dos nossos ministros hoje empossados eu digo: que ele conta com nosso trabalho e com nossa determinação."

leia mais