A obra "Concursos Públicos - Terminologias e Teorias Inusitadas" (Método – 576p.), dos autores João Biffe Junior e Joaquim Leitão Junior, condensa em um único volume um arsenal de denominações excêntricas (v. g. Teoria do Ulisses Desacorrentado, Teoria da Escada Ponteana, Síndrome do Piu-Piu no Tribunal do Júri etc.).

Os autores deram o “troco”. Prepararam uma “armadilha” para os examinadores que fazem do obscuro a alcova para o seu regozijo. Doravante, será muito difícil que estes consigam contornar a obra em foco e encontrar um meio de surpreender o candidato.

"Para que o livro não se tornasse um “show de horrores”, permeado apenas por temas absolutamente desconhecidos pela maioria dos leitores, tivemos o cuidado de inserir também alguns verbetes com questões básicas que frequentam comumente os certames e que poderiam surpreender os candidatos mais inexperientes" Os autores.

Sobre os autores:

João Biffe Junior é promotor de Justiça no Estado de Goiás. Membro da Associação dos Promotores do Júri – Confraria do Júri. Ex-Promotor de Justiça no Estado de Mato Grosso. Ex-Delegado de Polícia no Estado de Mato Grosso. Ex-Advogado da Fundação Estadual Dr. Manoel Pedro Pimentel no Estado de São Paulo. Pós-graduado em Direito Civil e Processual Civil pelo UNIVEM.

Joaquim Leitão Junior é delegado de Polícia no Estado de Mato Grosso. Ex-assessor do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Pós-graduado em Ciências Penais pela rede de ensino Luiz Flávio Gomes (LFG) em parceria com a UNISUL. Pós-graduado em Gestão Municipal pela UNEMAT e pela Universidade Aberta do Brasil. Curso de Extensão pela USP de Integração de Competências no Desempenho da Atividade Judiciária com Usuários e Dependentes de Drogas.

___________

Ganhadora:

Sophia Costa, de BH

___________

EDITORA FORENSE LTDA