Um foco na agenda de inovações sociais que aguardam o Brasil a partir de 2018. Com essa ideia, o advogado Luciano Porto escreveu o título "Inovação Social: No Fluxo do Progresso" (Réptil Editora – 204p.), que acompanha os avanços históricos do país e organiza o fluxo de inovações sociais vivenciadas nos últimos 30 anos.

Inovação social consiste em uma ruptura na maneira de fazer as coisas, uma descontinuidade com relação às soluções habitualmente oferecidas. Ela fornece uma resposta criativa a problemas de ordem econômica e social. O tema está presente em várias esferas: escolhas pessoais, gestão pública, responsabilidade social e empresarial, cidadania, desenvolvimento sustentável e preservação do meio ambiente.

O livro traz exemplos de como a inovação social pode ser uma ferramenta de transformação para diversos setores da sociedade. Assim, com uma visão sistêmica, o livro analisa a inovação social por meio de quatro pontos de vista: Gente e inovação social; Empreendedorismo, binômio Sociedade e Governo e Natureza.

Outro aspecto importante na obra é a possibilidade de identificar inovações sociais no nosso dia a dia. Associações de moradores buscando novas formas de se organizar, organizações sociais criando novos serviços de apoio para reduzir a pobreza e aumentar a qualidade de vida das pessoas de baixa renda, entre outros exemplos. O livro também destaca que as inovações sociais não envolvem necessariamente o uso de tecnologias avançadas, mas certamente a tecnologia tem permitido a aceleração do ritmo de mudança no setor social.

Sobre o autor:

Luciano Porto é fundador de BRZL.ORG, um centro de pesquisa em inovação social. Advogado formado pela PUC-Rio em 1992, com mestrado (LL.M.) pela Columbia University Law School em 1998. É pesquisador em temas de Direito e Desenvolvimento.

__________

Ganhadora:

  • Miriam Marques Figueira Santos, de Cacoal/RO