O Conselho de Comunicação Social do Congresso repudiou a invasão do parque gráfico do jornal O Globo por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ocorrida nesta quarta-feira, 8, no Rio de Janeiro.

“O Conselho defende a liberdade de imprensa e considera que qualquer ato violento contra profissionais e empresas de comunicação é um ato contra a própria democracia.”

Cerca de 400 integrantes do MST, a maioria mulheres, invadiram o parque gráfico do Globo. Segundo o matutino, entre os manifestantes, que chegaram em dez ônibus, havia pessoas armadas com facões. O grupo parou no estacionamento para visitantes, de acesso livre, e invadiu o prédio. Os seguranças da empresa não impediram a invasão, devido à quantidade de pessoas.

Os manifestantes fizeram pichações de mensagens políticas em vidraças, sofás, paredes e no piso. Também atearam fogo em pneus ao redor de um totem com o nome do jornal, que é de metal e não chegou a ser danificado. Os invasores gravaram toda a ação e divulgaram em redes sociais. Veja abaixo um vídeo que registra a invasão:

Meia hora depois da invasão, o grupo deixou o local. Não houve feridos. A polícia vai investigar o caso. Uma perícia foi enviada ao local.

Confira abaixo a nota de repúdio do Conselho de Comunicação Social do Congresso:

Nota de Repúdio

O Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional vem a público repudiar a invasão do parque gráfico do jornal O Globo por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ocorrida nesta quarta-feira, 8 de março de 2018, no Rio de Janeiro.

O Conselho defende a liberdade de imprensa e considera que qualquer ato violento contra profissionais e empresas de comunicação é um ato contra a própria democracia.

O órgão presta solidariedade aos funcionários de O Globo que tiveram seu ambiente de trabalho danificado e irá discutir o assunto em sua próxima reunião ordinária, a ser realizada em 2 de abril de 2018, às 14h, no Senado Federal.

Brasília, 8 de março de 2018.

Murillo de Aragão
Presidente do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional

leia mais