Divulgou-se (até mesmo este site) hoje pela manhã que aparente conta oficial do STF no Instagram (stfjusbr) pergunta aos seguidores se se deve manter a prisão após condenação em 2ª instância.

Ocorre que, segundo o STF, a página na rede social - que inexplicavelmente usa imagens e fotos exclusivas do Supremo, e tem mais de 600 publicações - não pertenceria à comunicação oficial da Corte.

Trata-se, portanto, se isso for confirmado, de uma evidente Fake News. A Corte informa, ainda, que está tomando as medidas cabíveis para retirar a página do ar. O Supremo tem contas oficiais no Twitter e no YouTube.

Entre mortos e feridos, a decisão sobre a prisão em 2a instância, sem consulta popular, fica para o próximo dia 4 de abril, quando os ministros se debruçam sobre o mérito do HC do ex-presidente Lula.

Até lá, ficamos com esta como se fosse uma peta de 1º de abril, dia da mentira.



leia mais