As mudanças no mercado jurídico brasileiro têm proporcionado cada vez mais o uso de novas tecnologias e metodologias que auxiliam não somente os profissionais, mas também garantem vantagens competitivas para os clientes dentro do mercado de atuação. A utilização de "robôs" e da automação da informação já é uma realidade no Brasil e exterior, e as law techs têm dinamizado a rotina de trabalho de advogados em um cenário de competitividade e busca incessante pela eficiência e inovação.

Prestes a completar 35 anos, com sede em Recife/PE e filiais em diversas capitais do Nordeste e nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, o escritório Martorelli Advogados quer ir além, vislumbrando o rompimento de uma nova barreira no uso da tecnologia no mercado jurídico brasileiro para mudar a forma como os escritórios de advocacia se relacionam com os clientes.

Primeiro escritório do Brasil a utilizar a Inteligência Artificial (IA) do Google, o Martorelli Advogados está com o projeto de IA na área jurídica que será uma "bússola tecnológica" para apontar os melhores sentidos no desenvolvimento dos negócios dos clientes. "Desde o início da parceria com o Google, o escritório percebeu que não basta apenas melhorarmos a nossa operação, a nossa eficiência e a nossa entrega", explica Fernanda Martorelli, sócia diretora do Martorelli Advogados. "Como temos foco total no cliente, entendemos do seu negócio e da sua operação profundamente e sabemos como podemos ajudar. E a tecnologia vem como ferramenta para melhorar ainda mais isso", completa.

Ainda segundo a executiva, o projeto irá incorporar a maior base de dados do mundo, do próprio Google. "Na verdade, o que vamos fazer é melhorar a operação final do cliente", explica Fernanda. "Por meio do uso da Inteligência Artificial podemos identificar as dores do cliente e auxiliar não só o jurídico interno das empresas, como também na sua atividade fim" Para atuar junto às empresas e oferecer soluções para tornar o cliente mais competitivo, a nova ferramenta mapeará diversos indicadores, como alterações e criação de novas leis, posicionamento de magistrados, precedentes, jurisprudências, decisões judiciais e diversos outros mecanismos e trâmites jurídicos, tudo de forma rápida e online.

Diferente de outras soluções desenvolvidas por empresas de tecnologia ou sob medida para os escritórios, o projeto do Martorelli Advogados com a IA do Google tem como novidade a participação de seus clientes, desde as primeiras concepções, colocando-os como personagens principais da nova ferramenta. "As primeiras perguntas e pesquisas neste sentido não foram feitas para os advogados do escritório, mas para os clientes", revela a executiva.

Fernanda acrescenta que "nenhuma tecnologia hoje está centrada no auxílio do escritório de advocacia em solucionar problemas e agir como um preventivo para ajudar realmente na operação do cliente. Então, percebemos essa carência no mercado e a necessidade das empresas que atendemos para ajudar na tomada de decisão", explica. "Estamos construindo esse produto com a participação direta de um cliente, que aceitou imediatamente esse desafio. É por isso que nosso produto vai ser diferenciado", completa.

A utilização prática da IA do Google

A tecnologia da informação traz enormes ganhos para várias áreas de negócios. Na atividade jurídica em si, é responsável por alocar o advogado em tarefas mais estratégicas e menos mecânicas. Ao mesmo tempo, ter como aliada uma inteligência poderosa permite a criação de um banco de dados preciso que, quando acessado pelo profissional, responde com margem de erro praticamente impossível de ser alcançado pela própria mente humana.

Sem perder de vista que qualquer base tecnológica de IA funciona de acordo com as informações que são imputadas, a qualidade dos "treinadores" desse sistema é que determinará o seu grau de excelência. "Nesse sentido, os advogados do Martorelli serão a segunda base de dados a ser imputada na IA", esclarece Fernanda. Desse modo, a inteligência jurídica de centenas de advogados será somada à tecnologia que uma empresa tão inovadora como o Google pode oferecer.

Para o desenvolvimento do projeto, o Martorelli Advogados contará com a parceria da empresa Ensinar Tecnologia, que irá alimentar a Inteligência Artificial do Google de forma personalizada. A proposta é que a nova ferramenta tecnológica seja entregue ao escritório em algumas etapas, sendo a primeira no início de dezembro deste ano, de acordo com as necessidades e demandas dos advogados.

Para Claudio Castro, CEO da Ensinar Tecnologia, por enquanto o que estão apresentando sobre IA é automação e chat boots. "A Inteligência Artificial do Google será verdadeiramente a transformação digital do setor jurídico. Quando finalizarmos o projeto inicial com o Martorelli Advogados, iremos sacudir o mercado", afirma o executivo.

De acordo com Fernanda Martorelli, no escritório, que atualmente atende diversas áreas do Direito, a IA jurídica será utilizada por todos os departamentos, tanto para a advocacia de volume quanto para áreas especializadas, como Tributário e M&A (negociações de fusões e aquisições).

Como forma de customizar ainda mais a sua IA, a nova tecnologia foi batizada com o nome de Bob e está sendo tratada como o novo sócio digital do Martorelli Advogados. No aniversário de 35 anos do escritório, que será comemorado em dezembro, a expectativa é que Bob já esteja realizando as entregas para os clientes.

t

GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA.