tO livro "Conflitos Bioéticos – Clonagem Humana" (Saraiva – 2ª edição – 160p.), de Edna Raquel Hogemann, aborda os limites éticos da pesquisa genética e da clonagem em seres humanos.

Os promissores avanços das ciências biológicas surpreenderam, de certa forma, as ciências jurídicas, que, como se sabe, estabelecem as regras de organização, bem como as condutas sociais consagradas pelo Estado: a Ética e o Direito.

Edna Raquel Hogemann propõe-se ao exame dos aspectos bioéticos e políticos relacionados ao tema, bem como dos referidos princípios éticos. Em face da proteção das liberdades e dos direitos fundamentais, inerentes à pessoa e ao corpo humano, a autora sugere que as ciências jurídicas não podem ficar alheias à necessária regulamentação desses fatos.

O livro reflete uma preocupação que, nas últimas décadas, a humanidade passou a expressar ao tomar conhecimento dos progressos no campo da biologia molecular, em especial da engenharia genética. O que até então parecia um território vedado ao conhecimento do Homem começou a ser desvendado, e a discussão no plano jurídico requer detida análise.

Sobre a autora:

Edna Raquel Hogemann é doutora e mestre em Direito pela UGF e especialista em Bioética pela Redbiótica UNESCO. Professora permanente do Programa de Mestrado e Doutorado em Direito da UNESA/RJ, pesquisadora da FAPERJ e membro da SBPC e da Law and Society Association.

__________

Ganhadora:

Nayane Tamye Takahashi, de Curitiba/PR.

__________

SARAIVA EDUCACAO LTDA