O movimento OAB em Frente registrou, no último dia 31, a candidatura da chapa que disputará a eleição da OAB/RS. E pela primeira vez na história, as mulheres advogadas compõem a maior parte de uma nominata pela disputa da direção da OAB gaúcha.

t

Segundo a chapa, no Rio Grande do Sul, estima-se que as advogadas já representam 50% das inscrições na Ordem – e, para o próximo ano, a expectativa é que haja mais advogadas que advogados no RS.

Porém, de acordo com a OAB em Frente, a atual gestão da OAB/RS possui somente 12 advogadas titulares no seu conselho estadual, representando apenas 21% das vagas.

Em defesa da paridade, a chapa OAB em Frente propõe a inclusão de mais mulheres nos espaços de poder. Para isso, o movimento destinou 54% das vagas a candidaturas da seccional às mulheres – dos 66 profissionais da advocacia que serão titulares, 36 são mulheres.

A chapa conta com Paulo Petri como candidato a presidente, Luciane Toss como candidata a vice-presidente, Carolina Mayer Spina para a secretaria-Geral, Luciana Dombkowitsch para a secretaria-Geral adjunta e Jefferson Alves para a tesouraria. No pleito passado, o conselho estadual era composto por 118 profissionais do direito. Para esta eleição, o número subiu para 132.

Veja um comparativo entre a participação feminina na atual gestão da OAB/RS e na chapa:

Dados da gestão atual:

118 conselheiros estaduais titulares e suplentes;
Titulares: 56 (44 homens e 12 mulheres – pouco mais de 21% nas titulares);
Suplentes: 62 (38 homens e 24 mulheres – pouco mais de 38% na suplência);
Total (titulares + suplentes): pouco mais de 30% são mulheres.

Dados da chapa 2 – OAB em Frente:

132 conselheiros estaduais titulares e suplentes
Titulares: 66 (36 mulheres e 30 homens – pouco mais de 54% nas titulares);
Suplentes: 66 (36 homens e 30 mulheres – pouco mais de 45% na suplência);
Total (titulares + suplentes): 50% são mulheres.