O presidente do TRF da 2ª região, por meio da portaria 2019/00135, resolveu que os advogados, de posse do documento comprobatório dessa condição, devem ter atendimento preferencial no acesso às dependências do Tribunal.

t

Além disso, o cadastramento de pessoas pela equipe de segurança para acesso às dependências da Corte será feito com atendimento prioritário dos advogados, ao lado das preferências legais. Por fim, o cadastramento passa a ser iniciado 15 minutos antes da liberação das roletas de acesso, a fim de se evitarem longas esperas por parte dos usuários da Corte.

Com a medida, o Tribunal atende a uma reivindicação do presidente da OAB/RJ – Seccional Teresópolis, região serrana do RJ, Rodrigo Ferreira da Cunha, que trouxe ao presidente do TRF-2 questão sobre o acesso de advogados ao prédio do Tribunal.

Veja a íntegra da portaria. 

leia mais