A Justiça do Rio suspendeu nesta sexta-feira, 10, os efeitos da lei 8.17418, que instituiu o segundo domingo do mês de maio como feriado estadual, em comemoração ao Dia das Mães. A liminar foi concedida pelo desembargador Otávio Rodrigues, do Órgão Especial TJ/RJ. 

t

Em sua decisão, o desembargador levou em consideração as consequências da lei para o comércio, que ficaria impedido de funcionar em uma das principais datas para o setor, o que configuraria perigo de dano irreparável. Além disso, segundo o texto, a lei estadual invade esfera de competência privativa da União.  

É que a lei Federal 9.093/95 considera como feriados civis apenas aqueles declarados em lei federal e para os Estados "a data magna fixada em lei estadual" (art. 1º, I e II). Assim, a lei estadual em discussão extrapolou, a priori, os parâmetros da lei federal, e dada a repercussão trabalhista do diploma também contraria a jurisprudência do STF”, escreveu o relator.

A decisão será submetida aos demais desembargadores que integram o Órgão Especial do TJ/RJ na sessão do dia 20 de maio. A ação direta de Inconstitucionalidade foi ajuizada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), representada pelo escritório Lobo & Lira Advogados.

  • Processo: 0025903-71.2019.8.19.0000

Veja a íntegra da decisão.

_____________

-