Uma assessora do Conselho Superior do MP/PR fez uma denúncia de assédio sexual contra Leonir Batisti, coordenador-Geral do Gaeco - Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, a assessora afirmou na Delegacia da Mulher que foi assediada no trabalho e que Batisti “a beliscou na lateral do seu corpo”. 

O acusado foi responsável pela primeira prisão do ex-governador do Paraná, Beto Richa. O coordenador não comentou as acusações. O MP afirma que o caso está sendo investigado sob sigilo.

t