Acontece nesta semana em Salvador a 4ª edição do Simpósio Nacional de Combate à Corrupção. Com o tema “Novos rumos no combate à corrupção e à criminalidade organizada: o Brasil pós Operação Lava Jato e a experiência italiana”, o evento conta com a presença de delegados e magistrados.

Em entrevista à TV Migalhas, Rony José Silva, diretor regional da ADPF - Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal/BA, organizadora do evento, destaca a necessidade de a PF estar equipada e capacitada nas áreas de tecnologia, considerando que criminosos hoje têm acesso à nata da tecnologia.

O desembargador Julio Cezar Lemos Travessa, do TJ/BA, afirma que, enquanto o MPF interage bem com a MPF, no âmbito estadual, especificamente na Bahia, há distanciamento entre o MPE e a polícia Civil. Assim, "o combate à corrupção no Estado praticamente não existe". 

Tania Prado, delegada da PF em SP, conta os desafios das mulheres dentro da Polícia Federal que, segundo ela, começam já no concurso público.

Confira a programação.

_____________

t

leia mais

-