O jornal norte-americano The New York Times publicou neste domingo, 22, interessante artigo, assinado por Thomas Friedman, sobre os riscos ligados às medidas adotadas para conter o coronavírus, como o lockdown que se instalou ao redor de todo o mundo.

No texto, intitulado A Plan to Get America Back to Work, Friedman nota que os políticos estão tendo que tomar decisões "de vida ou morte", enquanto atravessam verdadeira cortina de fumaça de informações ligadas à pandemia de covid-19.

Foi inclusive o que vimos acontecer aqui no Brasil. O presidente Bolsonaro editou uma medida provisória para permitir a suspensão de contratos de trabalho por quatro meses, com suspensão de salários. O objetivo seria evitar demissões em massa. Mas a MP foi bombardeada por todos os lados. Com a repercussão negativa, o presidente da República já disse nas redes sociais que irá revogar o dispositivo que paralisa os trabalhadores.

No artigo publicado no New York Times, o colunista questiona: com o desemprego se alastrando de forma global, tão rápido quanto o vírus, seria esta cura pior do que a própria doença?

E você, Migalheiro, o que pensa a esse respeito? Deixe seu comentário!

Para acompanhar esse e outros debates, Migalhas segue constantemente atualizado.

Acompanhe também site especial com notícias jurídicas ligadas ao coronavírus: migalhas.com.br/coronavirus.

t

leia mais

-