Nesta quinta-feira, 21, o ministro Gilmar Mendes criticou os terraplanistas que defendem que a urna eletrônica é suscetível de fraude, ou até que houve fraude nas eleições.

A fala foi proferida na sessão plenária por videoconferência ao cumprimentar a ministra Rosa Weber pelo término do mandato no TSE. O ministro registrou que S. Exa. soube dar uma resposta serena, efetiva a estes “terraplanistas da urna eletrônica”.

Assista:

Ainda na mesma sessão, durante o voto do ministro Luiz Fux, S. Exa. registrou a importância dos critérios científicos para delimitar a definição de “erros grosseiros” dos agentes públicos e disse: “O erro grosseiro é o negacionismo científico voluntarista”.

Assista:

leia mais

-