t

O MP/BA, por meio do Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos, instaurou procedimento para apurar os fatos relacionados a vídeos possivelmente disponibilizados em plataformas de vídeos e compartilhados em redes sociais com conteúdo direcionado a crianças e uso do personagem “Boneca Momo”.

Foram enviadas notificações ao Google e ao WhatsApp, por meio das empresas sediadas no Brasil, para remoção do conteúdo.

A boneca, de olhos esbugalhados, ficou famosa ao redor do mundo e, com isso, foi utilizada por criminosos da internet para convencer crianças e jovens a aplicarem golpes, como roubos de dados e extorsão.

No Brasil, pais alertaram que a boneca apareceu em meio a vídeos infantis no YouTube Kids com mensagens que ensinam as crianças a se mutilarem.

leia mais

-