O presidente Jair Bolsonaro vetou a atualização de uma norma que disciplinava regras de conduta e vestimenta de servidores e visitantes do Palácio do Planalto. O texto proibia uso de minissaias, camisetas regatas e chinelos, além de recomendar o uso de terno para os funcionários. A decisão de Bolsonaro se deu após uma jornalista ser barrada por estar usando uma saia considerada curta por um segurança.

 A Secretaria Especial de Comunicação Social divulgou nota oficial:

“Acaba de ser reprovada pelo presidente Jair Bolsonaro a atualização da norma X-409, que seria publicada pela Secretaria de Administração da Presidência da República, a respeito de regras de conduta e vestimenta de servidores e visitantes do Palácio do Planalto.”

t

Vestimenta inadequada

Atualmente, o que vigora sobre norma de vestimenta para servidores e visitantes do Palácio do Planalto é um texto de março de 2018.

O documento estabelece que fica “proibido o uso de vestimentas inadequadas”, consideradas aquelas que, tendo em vista o “padrão médio de comportamento local”, são incompatíveis ou não condizem com o respeito, o decoro e a austeridade da Administração Pública.

Veja a íntegra do documento.

leia mais