Neste domingo, 23, o deputado estadual por São Paulo Arthur Mamãe Falei, que participa do Movimento Brasil Livre, divulgou áudio no qual o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pede desculpas por mensagens nas quais chama os integrantes do movimento de "tontos".

Matéria publicada neste domingo pela Folha de S.Paulo, em parceria com The Intercept Brasil, revelou mensagens nas quais o ministro, à época em que era juiz Federal, integrantes do movimento que planejam organizar protesto em frente ao condomínio onde morava o ministro Teori Zavascki, do STF, em Porto Alegre.

t

Na mensagem vazada, o então juiz escreve ao procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato: "Não sei se vcs tem algum contato, mas alguns tontos daquele Movimento Brasil Livre foram fazer protesto na frente do condomínio do ministro. Isso não ajuda evidentemente."

No áudio divulgado pelo deputado estadual, Sergio Moro afirma que, na ocasião, achou que o protesto seria "um tanto quanto inconveniente" e poderia gerar uma "animosidade" entre o Supremo e a 13ª vara Federal de Curitiba, da qual ele era juiz titular à época.

"Não sei se é autêntica essa mensagem, mas, enfim, quero externar meu respeito a todos os membros do Movimento Brasil Livre. Se de fato usei o termo, peço escusas."

Ouça:

À Folha de S.Paulo, que publicou as mensagens vazadas, a assessoria de Sergio Moro informou não ter conhecimento do áudio.

Vazamentos

Migalhas reuniu, em site exclusivo, todas as informações e desdobramentos dos vazamentos envolvendo a operação Lava Jato. Acesse: vazamentoslavajato.com.br

t

leia mais